wrapper

logo min

pten

A África subsariana deverá aumentar o crescimento económico para 3% e 3,7% neste e no próximo ano, baseada no aumento dos preços das matérias-primas e no forte investimento público, estimou hoje (18) a consultora Focus Economics.

petroleo petrobras plataforma 2003 original1

De acordo com o relatório de Outubro da consultora sobre esta região, a África subsariana "deverá manter a recuperação económica e ganhar tracção no segundo semestre deste ano, melhorando ainda mais no próximo ano".

De acordo com o documento, que faz uma análise dos principais indicadores económicos da região, "os preços mais altos das matérias-primas e uma sólida procura externa devem alimentar o crescimento entre os países exportadores de matérias-primas, enquanto o forte investimento público deve continuar a fomentar a actividade económica nalgumas das mais pequenas economias da região".

Assim, esta consultora sediada em Barcelona prevê que o PIB da região cresça 3% este ano, o que seria o melhor resultado desde 2015, ano marcado pela forte descida dos preços das matérias-primas, que desequilibrou os orçamentos de todos os países que dependem dos recursos naturais para sustentar o investimento público e a criação de infra-estruturas básicas.

"No próximo ano, vemos o crescimento económico a ganhar tracção, para 3,7%, e em 2020 a expansão económica deve acelerar ainda mais, para os 4%", lê-se no documento.

"Dito isto, o contexto económico está a ficar cada vez mais desafiante", alertam os analistas, apontando para os ciclos eleitorais na Nigéria e na África do Sul, as duas maiores economias africanas, que em conjunto representam quase 60% da riqueza da região, e para a incerteza resultantes das tensões comerciais internacionais, que podem "desencadear um abrandamento significativo no comércio global, o que afectaria toda a região".

Para Angola e Moçambique, os únicos países lusófonos analisados pela consultora, as perspectivas de evolução da economia são as mesmas face ao relatório anterior: Angola deve crescer 0,7% este ano e 2,2% em 2019 e Moçambique terá uma expansão económica de 3,4% este ano e 3,5% em 2019.

 

Comentários

A Informação mais vista

O Valor Económico

É o órgão de eleição para a divulgação da sua marca entre os públicos mais exigentes, designadamente decisores políticos e empresários, profissionais médios e estudantes universitários. Pauta-se pelo rigor da informação e da análise dos temas relevantes que afectam directa ou indirectamente a economia angolana e internacional e afirma-se como espaço de promoção de ideias, através da opinião e do debate.

NewsLetter

Contactos

Para anunciar no Valor Económico, entre em contacto connosco.

Rua Fernão Mendes Pinto, Nº 35, Bairro Alvalade,
Distrito da Maianga – Luanda.

Comercial Telemóveis:

(Geovana Fernandes):

+244 941 784 792

(Arieth Lopes)

+244 941 784 791

Telefones:
+244 222 320510 / 222 320514

comercial@gem.co.ao