wrapper

logo min

pten

FUTEBOL. Do total de investimento aplicado na presente edição, 70% foi efectuado com recursos aos fundos públicos da Federação Russa. Custos da competição têm vindo a aumentar a cada edição, desde 1998, altura em que a França acolheu a prova.

35530272 2014266048584492 3497671046302007296 n

O Mundial de Futebol, que decorre na Rússia, entra para a História como o mais caro de todos. A prova, que já vai na sua 21.ª edição, vai custar cerca de 15 mil milhões de euros às autoridades russas, de acordo com os cálculos feitos pelo jornal The Moscow Times que destaca ainda que a maior parte desse investimento foi aplicada na melhoria dos sistemas de transportes.

Do valor investido, apenas 30% foi utilizado na construção de infra-estruturas desportivas. Os cálculos são das autoridades russas, que indicam que 70% deste montante foram suportados com fundos públicos, enquanto o restante coberto por investidores privados.

Os dados recolhidos pelo banco Nordea, de origem sueca, indicam que o custo de organização deste campeonato tem vindo a aumentar a cada edição, desde 1998, quando decorreu em França.

Mas foi em 2014, quando o país organizador foi o Brasil, que se observou o maior salto nos custos. Ao todo, contando com as receitas directas arrecadadas com o Mundial e com o aumento do emprego e do turismo nos próximos anos, o governo russo antecipa um impacto económico que poderá situar-se entre os 22 mil milhões de euros e os mais de 26 mil milhões de euros, ao longo da década de 2013 (ano em que a Rússia começou a investir na construção de infra-estruturas) até 2023.

Só no ano da competição, as receitas arrecadadas pelo país deverão adicionar entre 0,15 e 0,25 pontos percentuais ao crescimento do PIB, estima o Nordea. O Mundial, antecipa ainda o banco, poderá também contribuir para evitar um défice da balança corrente da Rússia.

Selecções e jogadores mais caros

O Observatório de Futebol (CIES) publicou o ‘ranking’ das selecções mais valiosas presentes no Mundial da Rússia e do jogador com mais valor económico de cada nação.

A selecção francesa, segundo o estudo, tem o plantel mais caro dos 32 conjuntos presentes na fase final, cuja estimativa chega a 1,4 mil milhões de euros, superando a Inglaterra, 1,3 mil milhões, e o Brasil, com 1,2 mil milhões.

Portugal, actual campeão europeu em título, ocupa a 8.ª posição, com uma avaliação estimada em 656 milhões de euros.

O jogador mais valioso a marcar presença nesta competição é Harry Kane. O avançado inglês do Tottenham foi avaliado em 210 milhões de euros, superando Neymar, com 196 milhões, Mbappé, com 187 milhões e Messi, com 184.

Já Cristiano Ronaldo, melhor jogador do mundo e capitão da selecção portuguesa, regista um valor de mercado estimado em 103 milhões de euros.

Custo dos estádios

λ Arena de Ecaterimburgo (remodelado) Capacidade: 35.000 pessoas

Custo: 185 milhões de euros

Cidade: Ecaterimburgo

λ Estádio Fisht Stadium (remodelado)

Capacidade: 48.000 pessoas

Custo: 389 milhões de euros

Cidade: Sochi

λ Estádio de Kaliningrado (novo)

Capacidade: 35.000 pessoas

Custo: 251 milhões de euros

Cidade: Kaliningrado

λ Arena de Kazan (novo)

Capacidade: 45.000 pessoas

Custo: 204 milhões de euros

Cidade: Kazan

λ Arena de Lujniki (remodelado)

Capacidade: 80.000 pessoas

Custo: 389 milhões de euros

Cidade: Moscovo

λ Arena de Mordóvia (novo)

Capacidade: 44.000 pessoas

Custo: 229 milhões de euros

Cidade: Saransk

λ Estádio de Nijni Novgorod (novo)

Capacidade: 45.000 pessoas

Custo: 229 milhões de euros

Cidade: NijniNovgorod

λ Arena de Rostov (novo)

Capacidade: 45.000 pessoas

Custo: 257 milhões de euros

Cidade: Rostov-on-don

λ Arena de Samara (novo)

Capacidade: 45.000 pessoas

Custo: 265 milhões de euros

Cidade: Samara

λ Estádio de São Petersburgo (novo)

Capacidade: 67.000 pessoas

Custo: 458 milhões de euros

Cidade: São Petersburgo

λ Arena do Spartak (novo)

Capacidade: 45.000 pessoas

Custo: 211 milhões de euros

Cidade: Moscovo

λ Arena de Volgogrado (novo)

Capacidade: 45.000 pessoas

Custo: 247 milhões de euros

Cidade: Volgogrado

 

Comentários

A Informação mais vista

O Valor Económico

É o órgão de eleição para a divulgação da sua marca entre os públicos mais exigentes, designadamente decisores políticos e empresários, profissionais médios e estudantes universitários. Pauta-se pelo rigor da informação e da análise dos temas relevantes que afectam directa ou indirectamente a economia angolana e internacional e afirma-se como espaço de promoção de ideias, através da opinião e do debate.

NewsLetter

Contactos

Para anunciar no Valor Económico, entre em contacto connosco.

Rua Fernão Mendes Pinto, Nº 35, Bairro Alvalade,
Distrito da Maianga – Luanda.

Comercial Telemóveis:

(Geovana Fernandes):

+244 941 784 792

(Arieth Lopes)

+244 941 784 791

Telefones:
+244 222 320510 / 222 320514

comercial@gem.co.ao