wrapper

logo min

pten

PARCERIA. Renomadas empresas estão à procura de novas fontes de receita. Cartão de crédito com múltiplas funções, emparelhado ao Iphone, poderá ser lançado este ano.

52265985 295748057766474 4622812363135909888 n

A  Apple cai de 1.ª para 17.ª posição no ‘ranking’ de empresas mais inovadoras de 2019. O banco estima gastar no projecto 200 milhões de dólares. A Apple e o Goldman Sachs planeiam começar a emitir este ano um cartão de crédito combinado com novos recursos do iPhone que vão ajudar os usuários a administrar o dinheiro. O projecto, segundo um relatório publicado pelo The Wall Street Journal, deverá custar ao banco 200 milhões de dólares.

Os primeiros rumores sobre esta parceria surgiram em Maio do ano passado e, após vários meses a marinar, a ideia finalmente está próxima de se concretizar, mas não para o público geral, por enquanto. O cartão será distribuído aos funcionários para testes nas próximas semanas e será lançado oficialmente ainda este ano.

As empresas esperam atrair os portadores de cartões, oferecendo-lhes recursos extras no aplicativo Wallet, da Apple, o que permitirá que eles definam metas de gastos, acompanhem as recompensas e gerenciem os saldos e poderá, eventualmente, expandir-se para incluir empréstimos pessoais, serviços de gestão de património e outros produtos. O cartão vai ser emitido pelo Goldman Sachs e usará a rede de pagamento da Mastercard, de acordo com o WSJ. Entre as vantagens do cartão, os clientes deverão ser agraciados com 2% de desconto na maioria das compras em lojas da Apple e, talvez, ainda mais em produtos e serviços da empresa.

A Apple está a voltar-se cada vez mais para serviços, à medida que a receita de ‘hardware’ se atenua e espera que o novo cartão de crédito produza mais receita do que a actual comissão da Apple Pay. Além desses planos bancários, a Apple também planeia lançar serviços de ‘streaming’ de vídeo e notícias, o último dos quais poderia ser anunciado já no próximo mês.

2018 não foi um bom ano para a Apple. Além da desaceleração, a empresa também perdeu prestígio entre consumidores e especialistas. Prova disso é a mais nova edição do respeitado ‘ranking’ de empresas mais inovadoras da revista Fast Company. Depois de passar boa parte da última década a escalar posições e a conquistar o primeiro lugar, no início do ano passado, a Apple ficou no 17º lugar na lista de 2019.

A Apple revelou que a receita do iPhone caiu 15% no primeiro trimestre fiscal, causando uma queda tanto na receita quanto na facturação no mercado de ‘smartphones’ e uma desaceleração no negócio de serviços. Enquanto isso, o Goldman Sachs lançou o seu próprio Marcus Bank, em 2016, em resposta a um declínio na negociação de valores mobiliários.

Este cartão de crédito atinge clientes da Apple, que poderiam não considerar ir ao Goldman Sachs para serviços bancários pessoais.

Este cartão de crédito será o primeiro a ser oferecido pelo banco. O Goldman Sachs prevê gastar até 200 milhões de dólares no projecto, que requer a construção de centros de atendimento ao cliente e um novo sistema de pagamento interno.

 

Comentários

O Valor Económico

É o órgão de eleição para a divulgação da sua marca entre os públicos mais exigentes, designadamente decisores políticos e empresários, profissionais médios e estudantes universitários. Pauta-se pelo rigor da informação e da análise dos temas relevantes que afectam directa ou indirectamente a economia angolana e internacional e afirma-se como espaço de promoção de ideias, através da opinião e do debate.

NewsLetter

Contactos

Para anunciar no Valor Económico, entre em contacto connosco.

Rua Fernão Mendes Pinto, Nº 35, Bairro Alvalade,
Distrito da Maianga – Luanda.

Comercial Telemóveis:

(Geovana Fernandes):

+244 941 784 792

(Arieth Lopes)

+244 941 784 791

Telefones:
+244 222 320510 / 222 320514

comercial@gem.co.ao