wrapper

logo min

pten

DISTINÇÃO. CEO do grupo Inditex foi considerado o melhor do mundo. Conhecido como o ‘Messi dos executivos’, pela timidez, Pablo Isla seria o 34.ª se o desempenho financeiro fosse o único critério de avaliação.

e1ec

Pablo Isla, presidente do grupo Inditex que detém a marca Zara, foi eleito, pelo segundo ano consecutivo, o melhor executivo do mundo, segundo o ‘ranking’ anual da prestigiada revista Harvard Business Review.

Depois da surpresa inicial, com a eleição do ano passado, este ano a revista fez questão de dar pistas sobre as razões que levam o patrão da Zara a liderar, desde o ano passado, a lista dos melhores CEO do mundo. Foram determinantes os critérios de responsabilidade social, factores ambientais e governamentais, que lhe garantem 20% da pontuação total.

Segundo a revista, se os critérios fossem os que se impunham até 2015, isto é, apenas o desempenho económico, o líder do ‘ranking’ seria o fundador da Amazon, Jeff Bezos. Mas o homem mais rico do mundo tem uma baixa pontuação em responsabilidade social.

Pelo desempenho financeiro, Pablo Isla ocuparia a posição 29 (em comparação à 18.ª há um ano), de acordo com a publicação. “Esta distinção só foi possível graças ao trabalho de todas as pessoas que fazem parte da Inditex em todas as lojas, em todos os países, nas sedes de todas as cadeias, nos centros logísticos, nas fábricas e na sede corporativa”, assegurou Pablo Isla, num comunicado enviado aos trabalhadores do grupo têxtil, ao qual pertencem cadeias de roupas como a Zara, Massimo Dutti ou Stradivarius.

Dos 881 candidatos avaliados, 49 são dos EUA. A França esteve representada com nove e a China com seis, assim como o Japão.

O vencedor é espanhol que teve a companhia de mais três. Alemanha, México e Reino Unido estiveram representados por três candidatos, num concurso em que apenas seis executivos repetem os seus nomes na lista desde 2013.

Além de Pablo Isla, fazem parte da lista de repetentes Jeff Bezos, Blake Nordstrom (Nordstrom), Paolo Rocca (Tenaris), James Taiclet (American Tower) e Renato Alves Vale (CCR). Segundo a publicação, em média, os gestores que integram o ‘ranking’ tornaram-se presidentes executivos com 44 anos de idade e estiveram no cargo durante 16.

Atrás de Isla, aparecem os executivos máximos da Nvidia, Jensen Huang; LVMH, Bernard Arnault; Kering, François-Henri Pinault; Continental, Elmar Degenhart; Salesforce.com, MarcBinioff; Valeo, Jacques Aschenbroich; KBC, Johan Thijs; Sysmex, Hisashi Ietsugu; e Bouygues, Martin Bouygues.

Gestor “humilde” e “tímido”

Pablo Isla é descrito por ter um estilo de gestão humilde e, às vezes, quase tímido. Visita constantemente as lojas do grupo espalhadas pelo mundo, mas raramente ‘corta as fitas’, para não ser o centro das atenções.

Na sede do grupo, administra reuniões pouco formais “para manter uma cultura empreendedora de pequenas empresas, mesmo com o grande crescimento do grupo”, descreve a imprensa espanhola.

É referenciado como sendo o ‘Messi dos executivos’ embora seja adepto ferrenho do Real Madrid. “Se tivesse de destacar alguma característica, diria que é uma pessoa muito simples. É o Messi dos directores. Marca golos sem grande alarido”, descreve um conhecido de Pablo Isla, José Maria Curto.

Formado em advocacia, lidera a Inditex desde 2011, altura em que o criador do grupo, Amândio Ortega, também ele discreto e tímido, deixou o comando e sugeriu o seu nome, para juntar “juventude e experiência”. Antes, foi secretário-geral do Banco Popular Espanhol e presidente da multinacional hispano-francesa, Altadis.

Na direcção do grupo, Pablo Isla comprometeu-se a eliminar os produtos químicos perigosos da produção e dos produtos até 2020, adoptar um modelo de loja eco-eficiente, que pode reduzir emissões em 30% e o consumo de água até 50%.

É o responsável pela expansão ‘online’ da empresa, aumentando o valor das acções e o número de lojas, em mais de quatro mil. “Vais ver-me toda a minha vida na Inditex.” Foi com essa frase, dita a um jornalista, que resolveu toda a polémica em torno da sucessão e manifestou o desejo de manter laços com a Inditex. Tem 54 anos, nasceu em Madrid, é amante de ténis e viaja muito.

 

Comentários

A Informação mais vista

O Valor Económico

É o órgão de eleição para a divulgação da sua marca entre os públicos mais exigentes, designadamente decisores políticos e empresários, profissionais médios e estudantes universitários. Pauta-se pelo rigor da informação e da análise dos temas relevantes que afectam directa ou indirectamente a economia angolana e internacional e afirma-se como espaço de promoção de ideias, através da opinião e do debate.

NewsLetter

Contactos

Para anunciar no Valor Económico, entre em contacto connosco.

Rua Fernão Mendes Pinto, Nº 35, Bairro Alvalade,
Distrito da Maianga – Luanda.

Comercial Telemóveis:

(Geovana Fernandes):

+244 941 784 792

(Arieth Lopes)

+244 941 784 791

Telefones:
+244 222 320510 / 222 320514

comercial@gem.co.ao