wrapper

logo min

pten

Os cerca de dois mil trabalhadores da empresa de Transportes Colectivos Urbanos de Luanda (TCUL) decretaram, na terça-feira, uma greve por tempo indeterminado.

04a94f4e2 8db2 4be3 a1f8 be6c59603d51 r NjQweDM0Mw

Os funcionários exigem a implementação do sistema de diuturnidades, em dívida há 33 meses, seguro obrigatório contra acidentes e doenças profissionais e subsídio de alimentação ou a reabertura do refeitório da empresa.

O coordenador da Comissão Sindical, Octávio Francisco, salientou que o não pagamento à segurança social “tem impossibilitado muitos trabalhadores de obterem a sua reforma”. Os trabalhadores estão há dois meses sem salários. Na semana passada, os dirigentes sindicais tiveram um encontro com a direcção da empresa.

De acordo com Octávio Francisco, foram informados de que “não há condições para pagarem a diuturnidade devida dos 33 meses, e que também não há condições para implementar o qualificador profissional e o pagamento de salários”.

“Isso deu aos trabalhadores toda a legitimidade para agir de acordo a lei e partirmos para greve”, reforça.

A empresa confirmou que o Conselho de Administração (CA), que se encontra em funções há quase um ano, “encontrou a TCUL com alguns meses de salários em atraso, na qual em função dos esforços empreendidos e das medidas tomadas pontualmente, permitiram que neste momento, os salários estejam actualizados (pagos até Setembro)”.

Quanto aos outros pontos, ou seja, regularização da dívida com a Segurança Social, imposto sobre o rendimento de trabalho (IRT), subsídios de diuturnidade e alimentação, assim como, a melhoria de assistência médica e medicamentosa, estão a ser equacionadas.

 

Comentários

A Informação mais vista

O Valor Económico

É o órgão de eleição para a divulgação da sua marca entre os públicos mais exigentes, designadamente decisores políticos e empresários, profissionais médios e estudantes universitários. Pauta-se pelo rigor da informação e da análise dos temas relevantes que afectam directa ou indirectamente a economia angolana e internacional e afirma-se como espaço de promoção de ideias, através da opinião e do debate.

NewsLetter

Contactos

Para anunciar no Valor Económico, entre em contacto connosco.

Rua Fernão Mendes Pinto, Nº 35, Bairro Alvalade,
Distrito da Maianga – Luanda.

Comercial Telemóveis:

(Geovana Fernandes):

+244 941 784 792

(Arieth Lopes)

+244 941 784 791

Telefones:
+244 222 320510 / 222 320514

comercial@gem.co.ao