wrapper

logo min

pten

ELECTRICIDADE. Diagnóstico detectou fraudes do sistema pré-pago em todo o país, entre os que nunca compraram recargas e os que não compram há mais de 100 dias. Empresa projecta ainda ‘esquecer’ dívidas até 2012, mas ameaça com multas quem tenha mais de 50 facturas por pagar.

35882550 2021308024546961 6550053867768250368 n

A Empresa Nacional de Electricidade (ENDE) detectou perto de 31 mil potenciais clientes do sistema pré-pago em situação de fraude, segundo um relatório analisado pelo seu conselho de administração. Nessa situação, são catalogados todos os clientes que nunca compraram recargas ou que não compram há mais de 100 dias, mas que têm energia. Do primeiro grupo, estão contabilizados 8.724 potenciais clientes. Quanto aos clientes que não compram recargas há mais de 100 dias, mas, ainda assim, têm energia, a estimativa é de 21 mil, destacando-se o centro do país, com 33% (ver gráfico 2).

O sistema de pré-pagamento está instalado em 16 províncias, conta com mais de 342 mil contadores e mais de 308 mil clientes activos e a comprarem recargas. Em Luanda, está presente em 10 municípios/distritos, com mais de 190 mil contadores instalados e mais de 175 mil clientes activos e a comprarem recargas.

Tratamento da dívida

Entre outras decições, a administração da ENDE considerou chamar os clientes devedores para os centros de distribuição, com vista ànegociação da dívida, mas não descarta a aplicação de multas.A passagem da dívida de até 2012 para a situação de incobrável é outras das decisões em cima da mesa, além do bloqueio os contratos em sistema SAP de clientes baixa tensão, com 50 ou mais facturas por pagar. “Numa primeira fase, só vai acontecer em Luanda, os centros vão identificar os clientes. Porque podem ser clientes que não existem mais, temos casas que foram demolidas, abandonadas, visto que, a continuar a facturação, vão empolar os impostos que as empresas devem pagar ao Estado”, explica Marcos Balanca.

Até Setembro de 2017, a dívida global dos clientes da ENDE estava avaliada em mais de 81 mil milhões de kwanzas, com Luanda a representar metade deste montante. O valor cresce dois dígitos por mês desde a última actualização do tarifário da electricidade.

 

Comentários

A Informação mais vista

O Valor Económico

É o órgão de eleição para a divulgação da sua marca entre os públicos mais exigentes, designadamente decisores políticos e empresários, profissionais médios e estudantes universitários. Pauta-se pelo rigor da informação e da análise dos temas relevantes que afectam directa ou indirectamente a economia angolana e internacional e afirma-se como espaço de promoção de ideias, através da opinião e do debate.

NewsLetter

Contactos

Para anunciar no Valor Económico, entre em contacto connosco.

Rua Fernão Mendes Pinto, Nº 35, Bairro Alvalade,
Distrito da Maianga – Luanda.

Comercial Telemóveis:

(Geovana Fernandes):

+244 941 784 792

(Arieth Lopes)

+244 941 784 791

Telefones:
+244 222 320510 / 222 320514

comercial@gem.co.ao