wrapper

logo min

pten

NEGÓCIOS. Multinacional norte-americana já opera em vários sectores. Novo líder da empresa, em Angola, destaca o financiamento ao país de 1,1 mil milhões de dólares em projectos energéticos.

34779960 2001404933203937 5532667868732194816 n

Dos vários ramos de actuação da General Electric (GE) em Angola, o negócio com maior crescimento tem sido o da energia. Por isso, Wilson da Costa, novo presidente da GE em Angola, garante estar “atento” ao plano do Governo que projecta um crescimento da energia de 7,2 GW até 2025, que vai integrar mais gás, energias renováveis e uma geração hidroeléctrica.

Wilson da Costa aponta, como exemplo prático desta intenção, a resposta positiva da empresa a uma solicitação do Governo, em 2017, para ajudar a aumentar a produção de energia. A multinacional financiou o projecto com 1,1 mil milhões de dólares, tendo sido a primeira vez que a GE Capital financiou um projecto na África Subsaariana, que resultou na implantação de quase 400 MW de energia, instalados em menos de três meses.

“Angola constitui um mercado- -chave em crescimento, que se enquadra no quadro geral do crescimento da GE em África”, explica o representante da GE, classificando a companhia como “balcão único” para os principais sectores de desenvolvimento em Angola.

A GE trouxe ainda 100 locomotivas para Angola, cumprindo com a sua estratégia de não se concentrar nas tendências quotidianas da economia, evitando a subida e queda diária do preço do petróleo.

A GE é um conglomerado multinacional que actua na aviação, software, conexões de energia, pesquisa global, assistência médica, iluminação, petróleo e gás, energia renovável, transportes e capital, serviços financeiros, dispositivos médicos, ciências da vida, produtos farmacêuticos e indústrias automóvel e de engenharia.

A principal aposta da companhia tem sido o investimento em formação e desenvolvimento em todas as operações no país, desde transportes até energia e petróleo e gás. Além do fornecimento das 100 locomotivas, a GE fomentou a instalação e comissionamento mais de 30 turbinas de energia em todo o país, a doação de 75.mil dólares a projectos destinados à luta contra o VIH e à tuberculose e investiu de mais de cinco milhões de dólares em melhorias das instalações na base da Sonils, em Luanda.

Novo líder

Wilson da Costa é formado em engenharia mecânica pela York College of Pennsylvania e possui um MBA pela Universidade de Liverpool. Ingressou na companhia em 2011, como Country Manager (Angola) na equipe de operações comerciais. Nessa função, trabalhou na construção e desenvolvimento dos negócios em Angola. Em 2014, foi promovido líder de desenvolvimento executivo para a África Central, com foco no crescimento do mercado no Gabão, Guiné-Equatorial, Camarões, Congo, Chade, etc. Antes de ingressar na GE, foi gerente geral da Palabora Mining Company na África do Sul, uma organização gerenciada pela Rio Tinto.

 

Comentários

A Informação mais vista

O Valor Económico

É o órgão de eleição para a divulgação da sua marca entre os públicos mais exigentes, designadamente decisores políticos e empresários, profissionais médios e estudantes universitários. Pauta-se pelo rigor da informação e da análise dos temas relevantes que afectam directa ou indirectamente a economia angolana e internacional e afirma-se como espaço de promoção de ideias, através da opinião e do debate.

NewsLetter

Contactos

Para anunciar no Valor Económico, entre em contacto connosco.

Rua Fernão Mendes Pinto, Nº 35, Bairro Alvalade,
Distrito da Maianga – Luanda.

Comercial Telemóveis:

(Geovana Fernandes):

+244 941 784 792

(Arieth Lopes)

+244 941 784 791

Telefones:
+244 222 320510 / 222 320514

comercial@gem.co.ao