wrapper

logo min

pten

A Sonangol, Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola, informou, na terça-feira (7), em Luanda, que o atraso no fornecimento de combustível às províncias do interior do país está relacionado com o mau estado de conservação das vias rodoviárias.

thumbnail sonangolB

De acordo com uma nota de imprensa da Sonangol o ‘apagão’ registado na Lunda-Norte, por falta de combustível, a concessionária esclarece que não há nenhuma falta de energia generalizada na referida região e em especial na cidade capital, Dundo.

“Tem havido, efectivamente, algum atraso no transporte de combustíveis para as províncias do interior, devido ao mau estado das vias rodoviárias, que se acentuou com as fortes chuvas que se abateram sobre o território angolano nos últimos dias”, refere o comunicado da Sonangol.

Esta situação, de acordo com o documento, provocou alguns problemas no abastecimento aos locais de armazenamento de combustíveis das várias províncias, forçando a uma gestão criteriosa dos grupos de geradores disponíveis nos diversos locais. A cidade do Dundo, lê-se na nota, "de oito grupos geradores, sete dos quais estão desligados, alegando-se a falta de combustível, mas a realidade é que na Prodel, que gere a produção da central termoeléctrica do Dundo, dispõem, neste momento, uma quantidade de 207 mil litros de combustível, o que garante uma autonomia de dois dias e meio com os oito grupos de geradores a funcionar em pleno".

A distribuidora garante que, nas próximas 24 horas, chegarão às províncias do Leste do país 490 mil litros de gasolina e um milhão e 300 mil litros de gasóleo, que estão em trânsito.

Estão a carregar em Luanda mais de 420 mil litros de gasolina e um milhão e 285 mil litros de gasóleo que têm como destino as províncias das Lundas e do Moxico. “Não há, portanto, qualquer razão para se utilizar um tom mais alarmista na abordagem informativa ou técnica desta questão, que teria sido sanada caso fosse aplicado o princípio do contraditório”, descreve o documento.

A Sonangol garante que mantém um permanente diálogo e cooperação com a Prodel, com os agentes locais de distribuição de combustíveis e com as entidades oficiais que supervisionam o mercado, de forma a que os cidadãos destas regiões tenham pleno acesso à combustíveis e ao fornecimento de luz eléctrica.

 

Comentários

A Informação mais vista

O Valor Económico

É o órgão de eleição para a divulgação da sua marca entre os públicos mais exigentes, designadamente decisores políticos e empresários, profissionais médios e estudantes universitários. Pauta-se pelo rigor da informação e da análise dos temas relevantes que afectam directa ou indirectamente a economia angolana e internacional e afirma-se como espaço de promoção de ideias, através da opinião e do debate.

NewsLetter

Contactos

Para anunciar no Valor Económico, entre em contacto connosco.

Rua Fernão Mendes Pinto, Nº 35, Bairro Alvalade,
Distrito da Maianga – Luanda.

Comercial Telemóveis:

(Geovana Fernandes):

+244 941 784 792

(Arieth Lopes)

+244 941 784 791

Telefones:
+244 222 320510 / 222 320514

comercial@gem.co.ao