wrapper

logo min

pten

TRANSACÇÃO. Direcção da Movicel mantém sigilo sobre a questão e não reagiu às diligências do jornal para confirmar o negócio.

 

Parte das acções da Movicel poderá ter sido adquirida por uma empresa de capitais russos, revelou uma fonte afecta à empresa, que relata um clima de apreensão e preocupação entre os trabalhadores quanto ao seu futuro.

Segundo uma fonte, o pessoal da operadora de telefonia móvel desconhece os meandros do acordo, sobretudo a percentagem das acções que terão sido alienadas aos russos. Mas outra fonte assegura que a “posição estratégica” da empresa na economia nacional leva a crer que o controlo da mesma permanece nas mãos de investidores nacionais.

A privatização da operadora ocorreu em 2009 a favor da Portmil Investments (40%), Modus Comunicare (19%), Ipang (10%), Lambda Investments (6%) e Novatel S.A. (5%). Detêm os restantes 20% a Angola Telecom (18%) e Correios de Angola (2%). O negócio terá ficado avaliado em 200 milhões de dólares, um valor considerado baixo por analistas de mercado, que teriam avançado 500 milhões como preço justo pela transacção.

A companhia era detida pelo Estado angolano, representado pela Angola Telecom, com 99% das acções, e pelos Correios de Angola, o restante 1%.

Ao VE, a responsável do departamento de comunicação e imagem da Movicel, Graziele Barbosa, prometeu emitir o posicionamento da empresa até sexta-feira passada, o que não aconteceu até ao fecho da presente edição do jornal, nesse mesmo dia.

Segundo a fonte que vimos citando, também preocupa os trabalhadores o provável encerramento de lojas e o processo em curso de redução de pessoal, levando-os a acreditar que os resultados financeiros no último ano não sejam tão animadores.

A queda da qualidade do serviço foi outra preocupação levantada, facto que tem gerado muitas reclamações por parte dos usuários da operadora.Um estudo da empresa de pesquisa MIRA,afecta ao grupo Ucall, divulgado no ano passado, indica que a Movicel tem um índice de desaprovação pelos clientes pelos clientes de 11,2 %. O mesmo levantamento indica que a Movicel tem registado maiores índices de desaprovação dos clientes em relação à sua concorrente Unitel, devendo-se isso ao deficiente funcionamento do serviço de atendimento ao cliente (um número significativodiz nunca ter sido atendido), má qualidade da rede, lentidão da Internet e má taxação.

 

Comentários

A Informação mais vista

O Valor Económico

É o órgão de eleição para a divulgação da sua marca entre os públicos mais exigentes, designadamente decisores políticos e empresários, profissionais médios e estudantes universitários. Pauta-se pelo rigor da informação e da análise dos temas relevantes que afectam directa ou indirectamente a economia angolana e internacional e afirma-se como espaço de promoção de ideias, através da opinião e do debate.

NewsLetter

Contactos

Para anunciar no Valor Económico, entre em contacto connosco.

Rua Fernão Mendes Pinto, Nº 35, Bairro Alvalade,
Distrito da Maianga – Luanda.

Comercial Telemóveis:

(Geovana Fernandes):

+244 941 784 792

(Arieth Lopes)

+244 941 784 791

Telefones:
+244 222 320510 / 222 320514

comercial@gem.co.ao