wrapper

logo min

pten
Sem Autor

Sem Autor

Google permite aos pais desligarem smartphones dos filhos à distância

TELECOMUNICAÇÕES. Family Link foi lançada em 2017. Encarregados de educação vão controlar o que os filhos vêem em smartphones e tablets. App pode, à distância, saber a localização.

GettyImages 869827994 770x433 acf cropped

Devido à app Family Link, da Google, a expressão do livro 1984, de George Orwell, ‘Big Brother is Watching You’ (‘O Grande irmão está a vê-lo’) pode ser uma realidade para muitas crianças. Lançada em 2017 nos Estados Unidos, a aplicação para dispositivos móveis permite aos pais “criar regras básicas digitais”, como temporizadores e barramentos para apps, e até saber onde o menor está (desde que esteja com o smartphone). Agora, depois da mais recente actualização, as crianças e adolescentes podem ter os dispositivos móveis desligados remotamente se os pais assim quiserem.

A forma como a Family Link funciona é simples. Os pais mais zelosos da actividade digital das crianças podem instalar num sistema iOS (9 ou superior) ou Android (7.0 ou superior) a aplicação ‘Family Link para pais’ e, depois, sincronizar esta com a conta que utiliza nos dispositivo utilizado pelos filhos (pode ser preciso instalar a app ‘Family Link para crianças e adolescentes’ no dispositivo). Com estes passos feitos, é possível ter acesso ao tempo que o menor utiliza no smartphone por aplicação, instalar/barrar apps à distância e definir tempos limites de utilização do dispositivo. Com a última actualização, passou a ser possível também, à distância, bloquear remotamente o dispositivo. Para isto tudo, é preciso que os aparelhos estejam ligados à internet.

Em alguns países, a app é direccionada a crianças até aos 13 anos. Mas, devido à nova actualização, é possível utilizar a app em contas Google até 18 anos. Ou seja, um utilizador de 14 anos com um Android ligado à própria conta também é abrangido por esta medida. Contudo, estes utilizadores adolescentes (entre os 13 e os 18) podem decidir apagar a ferramenta espia dos smartphones, mas têm de esperar 24 horas até esta acção ter efeito. Estes jovens, a partir dos 13 anos, ao contrário dos menores, têm a opção para aceitar ou recusar este tipo de controlo na conta Google na instalação do dispositivo (o que se passa fora do smartphone, isso já a Google não pode controlar muito).

O lançamento desta aplicação e estas novas ferramentas de controlo parental têm sido uma das soluções apresentadas pelas tecnológicas para os perigos a que os mais jovens estão expostos online e ao ‘vício’ dos smartphones. As questões de privacidade têm preocupado alguns utilizadores, principalmente os mais jovens. Estes, pelo facto de terem mais facilidade com dispositivos electrónicos, muitas vezes, têm encontrado maneiras de contornar estas soluções de controlo parental digital.

Read more...

Floresta diversificada resiste melhor a fogos e secas

PRESERVAÇÃO. Especialistas defendem que variedade é menos afectada por queimadas e também reage melhor a períodos de seca.

24577750 770x433 acf cropped

Uma floresta diversificada é menos afectada por incêndios e também reage melhor a períodos de seca, indica um estudo publicado na revista Nature. Investigadores liderados pelo biólogo William Anderegg, da Universidade de Utah, nos Estados Unidos, concluíram que uma floresta com uma grande variedade de árvores e de características diversas relacionadas com o fluxo da água sofre menos com os períodos de seca.

Os resultados da pesquisa aprofundam investigações já feitas nesta matéria e, diz-se no estudo, podem ser úteis para os gestores florestais e para quem tem de reconstruir florestas após grandes incêndios.

De acordo com Anderegg, a diversidade, na forma como a água é usada pela floresta, é um factor predominante sobre como essa floresta reage a períodos de seca.

As características hidráulicas de uma árvore são a forma como essa árvore move a água por todo o organismo, o que fará que tenha, por exemplo, níveis diferentes de reagir e suportar uma seca até todo o sistema criar colapso. O estudo agora divulgado analisou não o indivíduo, mas todo o ecossistema.

Anderegg e os restantes investigadores, incluído responsáveis das universidades de Stanford, Princeton e Califórnia, analisaram dados de 40 zonas florestais de todo o mundo aos quais juntaram dados já analisados e informação recolhida por satélite, todos coincidentes na ideia de que as secas não têm o mesmo efeito numa floresta hidraulicamente diversa do que numa com árvores do mesmo tipo.

A diversidade, explica Anderegg no artigo, leva a que se multipliquem os tipos de árvores, de madeira mais ou menos tolerante à seca, de raízes a diferentes profundidades e com diversas fontes de água.

“Mais diversidade numa paisagem vai ajudar a floresta a ser mais resistente ao fogo”, diz também Anderegg, acrescentando que as mesmas condições climatéricas que levam às secas também estão na origem de muitos incêndios.

Read more...

BAD concede empréstimo de 500 milhões de dólares ao Egipto

O Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) vai pôr à disposição do Egipto a última tranche de 500 milhões de dólares norte-americanos de um empréstimo total de 1,5 mil milhões de dólares, anunciou o Ministério egípcio do Investimento e Cooperação Internacional.

Guiné Bissau Banco Africano de Desenvolvimento BADaprova apoio orçamental para o país

Este anúncio foi feito no termo de uma reunião entre o ministro egípcio do Investimento e Cooperação Internacional, Sahar Nasr, e uma missão do BAD liderada pelo seu vice-presidente, Khaled Cherifi.

O empréstimo, com a duração de três anos, é destinado a financiar essencialmente programas de desenvolvimento e de boa governação económica e social no Egipto.

Este financiamento vai contribuir para a protecção social no Egipto, que faz parte das "prioridades do governo egípcio no quadro do apoio concedido à área social". Segundo um comunicado do Ministério do Investimento e Cooperação Internacional, as duas partes examinaram a cooperação a instaurar para apoiar o sector privado e as infra-estruturas na península egípcia do Sinai.

O BAD financia actualmente 30 projectos no Egipto no montante total de 2,8 mil milhões de dólares americanos.

Read more...

Comentários

A Informação mais vista

O Valor Económico

É o órgão de eleição para a divulgação da sua marca entre os públicos mais exigentes, designadamente decisores políticos e empresários, profissionais médios e estudantes universitários. Pauta-se pelo rigor da informação e da análise dos temas relevantes que afectam directa ou indirectamente a economia angolana e internacional e afirma-se como espaço de promoção de ideias, através da opinião e do debate.

NewsLetter

Contactos

Para anunciar no Valor Económico, entre em contacto connosco.

Rua Fernão Mendes Pinto, Nº 35, Bairro Alvalade,
Distrito da Maianga – Luanda.

Comercial Telemóveis:

(Geovana Fernandes):

+244 941 784 792

(Arieth Lopes)

+244 941 784 791

Telefones:
+244 222 320510 / 222 320514

comercial@gem.co.ao