wrapper

logo min

pten

PREVISÃO. Reputada revista financeira e consultora internacional entende que número de bancos comerciais é desproporcionalmente grande face à dimensão da economia. Sem apontar acções em concreto, peritos prognosticam para já novas medidas. BNA não descarta possibilidade de voltar a fechar bancos ou força-los à fusão.

JOSE MASSANOexp 640x405

A consultora Economist Intelligence Unit (EIU) considerou ontem, 15, que o Banco Nacional de Angola (BNA) deverá fazer mais intervenções no sector bancário do país devido “ao número desproporcionadamente grande de bancos face ao tamanho da economia” angolana.

“Dado o número desproporcionadamente grande de bancos angolanos face ao tamanho da economia e os elevados níveis de crédito malparado, esperamos que haja mais intervenções por parte do BNA”, escrevem os peritos desta unidade de análise da revista britânica “The Economist”.

O alerta dos analistas da EIU surge quase três semanas depois desde que o BNA anunciou, no dia 4 deste mês, o encerramento compulsivo do Banco Mais e do Banco Postal, por insuficiência de capital social, tendo revogado as licenças bancárias e requerido a declaração de falência para ambos.

Em comunicado, o BNA garantiu que “tomou medidas” para que “o Procurador-Geral da República requeresse a declaração de falência das referidas instituições, junto do Juiz da Comarca Provincial de Luanda”. Dois dias depois, os sócios do Banco Postal de Angola negaram “falência e insuficiência de capital social” da instituição, manifestando “profundo desacordo” com a “medida ferida de ilegalidade” anunciada pelo BNA e garantiram “recorrer às instâncias judiciais”.

“Perante o relato e os factos acima referidos, os accionistas demonstram o seu mais profundo desacordo com a decisão tomada na sexta-feira pelo BNA e comunicada aos órgãos do banco uma hora antes de uma conferência de imprensa”, refere o comunicado de imprensa do Banco Postal.

No último fim de semana, o BNA assegurou que os clientes destes bancos vão poder reaver os fundos neles depositados e indicou que, daquela data a quinta-feira desta semana, os clientes poderão, através da rede multicaixa, levantar os seus fundos depositados nos dois bancos ou transferi-los para outras instituições financeiras bancárias por si escolhidas.

Last modified on quarta, 16 janeiro 2019
 

Comentários

A Informação mais vista

O Valor Económico

É o órgão de eleição para a divulgação da sua marca entre os públicos mais exigentes, designadamente decisores políticos e empresários, profissionais médios e estudantes universitários. Pauta-se pelo rigor da informação e da análise dos temas relevantes que afectam directa ou indirectamente a economia angolana e internacional e afirma-se como espaço de promoção de ideias, através da opinião e do debate.

NewsLetter

Contactos

Para anunciar no Valor Económico, entre em contacto connosco.

Rua Fernão Mendes Pinto, Nº 35, Bairro Alvalade,
Distrito da Maianga – Luanda.

Comercial Telemóveis:

(Geovana Fernandes):

+244 941 784 792

(Arieth Lopes)

+244 941 784 791

Telefones:
+244 222 320510 / 222 320514

comercial@gem.co.ao