wrapper

logo min

pten

Um novo instrutivo do Banco Nacional de Angola (BNA) deve determinar que a importação de mercadorias passará a ser feita essencialmente com recurso a cartas de crédito, anunciou o governador do banco central, na semana passada, ao dirigir-se para importadores e empresários.

35348838 2010418952302535 1006412774206603264 n

José Massano entende que as cartas de crédito são “o melhor instrumento financeiro utilizado no comércio internacional”, sobretudo numa altura em que o país padece de recursos em moedas estrangeiras, que seria a outra via pelas quais os operadores poderiam pagar despesas no estrangeiro.

Assim, o mercado cambial deverá aguardar pelo lançamento do novo o instrutivo que vai reger essa nova decisão. “As cartas de crédito garantem disponibilidade de recursos para o pagamento ao exportador. Os outros instrumentos de operação não oferecem as mesmas garantias. Com a implementação das cartas de crédito, será possível garantir a entrada de mercadorias no país”, explica o governador do banco central.

 

Comentários

A Informação mais vista

O Valor Económico

É o órgão de eleição para a divulgação da sua marca entre os públicos mais exigentes, designadamente decisores políticos e empresários, profissionais médios e estudantes universitários. Pauta-se pelo rigor da informação e da análise dos temas relevantes que afectam directa ou indirectamente a economia angolana e internacional e afirma-se como espaço de promoção de ideias, através da opinião e do debate.

NewsLetter

Contactos

Para anunciar no Valor Económico, entre em contacto connosco.

Rua Fernão Mendes Pinto, Nº 35, Bairro Alvalade,
Distrito da Maianga – Luanda.

Comercial Telemóveis:

(Geovana Fernandes):

+244 941 784 792

(Arieth Lopes)

+244 941 784 791

Telefones:
+244 222 320510 / 222 320514

comercial@gem.co.ao