wrapper

logo min

pten

A taxa de inflação voltou a descer em Março, pelo terceiro mês consecutivo, fixando-se agora ligeiramente acima dos 36,5%, uma quebra de quase dois pontos percentuais face a Fevereiro.

De acordo com o relatório mensal do Instituto Nacional de Estatística (INE), sobre o comportamento da inflação, os preços subiram de Fevereiro para Março 1,91%, em termos nacionais, contra os 2,30% e 2,25% dos dois meses anteriores e já metade dos quase 4% de Julho.

Entre Janeiro e Dezembro de 2016 (12 meses) os preços subiram praticamente 42%, segundo os relatórios anteriores do INE com o Índice de Preços no Consumidor Nacional (IPCN). Nos últimos 12 meses, até Março, a inflação acumulada desceu para 36,52%, níveis semelhantes aos de Agosto do ano passado.

A subida de preços face a Fevereiro foi influenciada sobretudo pelo sector do “Vestuário e Calçado”, com 3,63%, mas com o INE a destacar também os aumentos dos preços nas classes “Bens e Serviços Diversos”, com 3,35%, “Bebidas Alcoólicas e Tabaco”, com 3,08%, e “Mobiliário, Equipamento Doméstico e Manutenção”, com 2,65%.

Apesar desta quebra, o valor da inflação a um ano está ainda muito acima da previsão de 15,8% para o período entre Janeiro e Dezembro que o Governo inscreveu no Orçamento Geral do Estado de 2017.

Desde Setembro de 2014 que a inflação no país não para de aumentar, acompanhando o agravamento da crise económica, financeira e cambial decorrente da quebra na cotação internacional do barril de petróleo bruto, o que fez disparar o custo nomeadamente dos alimentos.

As subidas de preços no último mês foram lideradas pelo Kwanza-Norte (2,59%), Luanda (2,24%), Lunda-Norte (2,08%) e Uíge (1,90%), enquanto na posição oposta figuraram o Bié (1,07%), Huíla (1,10%), Huambo (1,40%) e Cabinda (1,50%).

 

Comentários

A Informação mais vista

O Valor Económico

É o órgão de eleição para a divulgação da sua marca entre os públicos mais exigentes, designadamente decisores políticos e empresários, profissionais médios e estudantes universitários. Pauta-se pelo rigor da informação e da análise dos temas relevantes que afectam directa ou indirectamente a economia angolana e internacional e afirma-se como espaço de promoção de ideias, através da opinião e do debate.

NewsLetter

Contactos

Para anunciar no Valor Económico, entre em contacto connosco.

Rua Fernão Mendes Pinto, Nº 35, Bairro Alvalade,
Distrito da Maianga – Luanda.

Comercial Telemóveis:

(Geovana Fernandes):

+244 941 784 792

(Arieth Lopes)

+244 941 784 791

Telefones:
+244 222 320510 / 222 320514

comercial@gem.co.ao