wrapper

logo min

pten

O Banco de Poupança e Crédito (BPC) conta, desde a passada sexta-feira, com um novo conselho de administração, presidido pelo economista Ricardo de Abreu. O novo corpo gerente da instituição resultou de uma assembleia universal de accionistas, que deliberou igualmente o aumento do capital social do banco em 90 mil milhões de kwanzas, noticiou a Angop.

De acordo com a deliberação dos accionistas, o aumento do capital social deste banco, detido maioritariamente pelo Estado, com 75%, no valor de 90 mil milhões de kwanzas, será realizado por todos os accionistas na proporção da sua participação. Na Assembleia, em que foram destituídos os anteriores membros do conselho de administração e da comissão executiva, os accionistas aprovaram o Plano de Recapitalização e Reestruturação do BPC e incumbem os órgãos sociais de procederem à sua materialização dentro dos prazos nele definidos.

Os accionistas deliberaram sobre a emissão de obrigações convertíveis em acções pela sociedade e aprovaram a alteração parcial do pacto social, destacando-se o seu artigo referente ao capital social. Foi igualmente igualmente analisado o modelo de governo do banco, tendo sido decidido também a nomeação, para o período de 2017 a 2021, um conselho de administração, composto por 11 membros, dos quais sete integram a comissão executiva, cujo presidente passa a ser o PCA.

Assim, os novos órgãos sociais do BPC passa a ter como presidente do conselho de administração e da comisão executiva, o economista Ricardo Daniel Sandão Queirós Viegas D'Abreu, coadjuvado por seis administradores executivos nomeadamente Carlos Manuel de Carvalho Rodrigues; Pedro Sérgio da Costa Pita-Groz; Marília de Fátima Trindade Viana Poças; Adilson Gabriel Alves Catala; Luis Henriques Fernandes e Óscar Rodrigues.

Para o cargo de administradores não executivos foram indicados Júlio Ângelo da Cruz Correia; Alcides Horácio Frederico Safeca; Djamila Huguete da Silva de Almeida Prata e Nayole Cristina Cohen dos Santos (Administradora não Executiva, Independente) Os novos orgãos sociais do banco integram ainda a mesa da assembleia dos accionistas, composta por Abílio de Almeida Gomes (presidente); José Manuel Chivala (vice-presidente) e Daniel Mateus Fio (secretário).

O novo conselho fiscal, no entanto, passa a ser composto por Jorge Pedro Gonçalves de Carvalho Figueira (presidente), Licínio de Freitas Vaz Contreiras e Márcio de Jesus Lopes Daniel, indicados para o cargo de vogal, respectivamente.

De acordo com uma nota de imprensa do BPC, ciatada pela Angop, “os accionistas procederam igualmente à eleição de uma comissão de remunerações”.

“Dada a elevada importância sistémica do Banco de Poupança e Crédito no sistema financeiro, bem como na sua estabilidade, os accionistas acreditam estarem criadas as condições para devolver ao Banco de Poupança e Crédito a sua reputação e rentabilidade nos próximos exercícios”, lê-se na nota.

A estrutura accionista do BPC é composta pelo Estado, detentor de 75% do capital social, Instituto Nacional de Segurança Social (15%), e a Caixa da Segurança Social das Forças Armadas que detém 10% das participações.

Last modified on segunda, 27 março 2017
 

Comentários

A Informação mais vista

O Valor Económico

É o órgão de eleição para a divulgação da sua marca entre os públicos mais exigentes, designadamente decisores políticos e empresários, profissionais médios e estudantes universitários. Pauta-se pelo rigor da informação e da análise dos temas relevantes que afectam directa ou indirectamente a economia angolana e internacional e afirma-se como espaço de promoção de ideias, através da opinião e do debate.

NewsLetter

Contactos

Para anunciar no Valor Económico, entre em contacto connosco.

Rua Fernão Mendes Pinto, Nº 35, Bairro Alvalade,
Distrito da Maianga – Luanda.

Comercial Telemóveis:

(Geovana Fernandes):

+244 941 784 792

(Arieth Lopes)

+244 941 784 791

Telefones:
+244 222 320510 / 222 320514

comercial@gem.co.ao