wrapper

logo min

pten
Valor Económico

Valor Económico

Pauta-se pelo rigor da informação e da análise dos temas relevantes que afectam directa ou indirectamente a economia angolana e internacional e afirma-se como espaço de promoção de ideias, através do debate.

Ajudas de custo ‘esticam’ para 33 mil kwanzas

Decreto Presidencial n.º481/18 de 7 de Novembro acaba de fixar em 33.125 kwanzas o subsídio diário de deslocação a abonar aos funcionários públicos em missão de serviço no interior do país, contra 18.750 kwanzas pagos anteriormente.

40452358 294506474468507 5391150461560553472 n

O documento indica que o ajustamento do valor se deve a actual conjuntura económica e ao aumento do custo de vida, mas adverte que o período de permanência dos funcionários públicos fora do local de trabalho, em missão de serviço, não deve exceder os dez dias.

Quando por razões fundamentadas, a entidade competente para nomear, autorizar por despacho, que a sua duração exceda 15 dias, o subsídio diário correspondente a este período suplementar será reduzido a 35 % do montante fixado no n.º1 precedente.

O diploma revoga o Decreto Executivo nº 40/08, de 17 de Março, e toda a legislação contraria ao disposto.

Read more...

Despressurização na cabine de avião da TAAG deixa quatro feridos

A despressurização da cabine num avião da companhia aérea TAAG obrigou no domingo a uma aterragem de emergência de um Boeing 737-700 em Luanda, provocando quatro feridos, indica hoje (12) em comunicado a transportadora.

9555926 770x433 acf cropped

Segundo o documento, no voo de Luanda com destino ao Namibe, com 74 passageiros e seis tripulantes a bordo, sofreu uma "despressurização súbita" quando voava já em "velocidade de cruzeiro", tendo regressado após a tripulação ter tomado "de imediato" as acções de emergência contidas no protocolo de segurança.

"A tripulação tomou de imediato as acções de emergência, seguindo os procedimentos técnicos para que são profissionalmente treinados, tendo também funcionado todos os equipamentos para fornecimento de oxigénio aos passageiros. O voo regressou a Luanda e em nenhum momento esteve em risco a segurança de todos os passageiros e tripulantes", lê-se no comunicado.

Segundo a TAAG quatro passageiros ficaram feridos por causa da despressurização, tendo dois deles sido transportados, assim que o aparelho aterrou em segurança no aeroporto internacional 4 de Fevereiro, para uma unidade hospitalar de Luanda. "Aí receberam assistência médica, estando a TAAG a acompanhar a tempo inteiro o seu estado de recuperação", refere a companhia aérea.

Os passageiros dos voos directamente afectados, ressalva a TAAG, estão a ser protegidos nos voos subsequentes ou para destinos alternativos, estando a companhia a envidar "todos os esforços" para "reduzir o impacto natural deste incidente".

"Estas situações, apesar de raras, acontecem na indústria dos transportes aéreos, estando já a ser tomadas todas as medidas para a resolução das causas que conduziram a este incidente", justifica a companhia angolana.

Segundo o comunicado, por orientação do presidente da Comissão Executiva da empresa, Rui Carreira, "foi aberto de imediato um processo de inquérito interno", através de uma investigação à Segurança de Voo, tendo o incidente sido já reportado ao Instituto Nacional de Aviação Civil de Angola (INACIC). A companhia adianta ainda que, nos próximos dias, a operação normal da TAAG "poderá sofrer algumas alterações de reajustamento operacional".

"A TAAG tem como prioridade o melhoramento permanente na qualidade do serviço prestado e, acima de tudo, zelar por operar em segurança, seguindo as melhores práticas e procedimentos na indústria aeronáutica", argumenta a transportadora.

Read more...

Facebook apaga 14 milhões de ‘posts’ pró-terroristas

REDES SOCIAIS. Instituição está a usar sistemas automáticos de aprendizagem para detectar e eliminar o mais rapidamente possível mensagens que mostrem apoio a grupos terroristas. Técnicas já tiveram um impacto substancial, assegura Facebook.

24987211 770x433 acf cropped 1

A rede social Facebook anunciou, na passada sexta-feira, que eliminou, só este ano, mais de 14 milhões de conteúdos em todo o mundo que exaltavam grupos terroristas como o Estado Islâmico (EI) ou a Al-Qaeda e as suas organizações afiliadas.

Numa publicação no blogue da empresa, a chefe de Políticas Globais, Monika Bickert, e a responsável pela Política Antiterrorista, Brian Fishman, indicaram que a grande maioria das mensagens foi eliminada a partir de Abril, especialmente durante o segundo trimestre de 2018.

Durante os primeiros três meses de 2018, 1,9 milhões de conteúdos pró-terroristas foram eliminados, um número que disparou para 9,4 milhões entre Abril e Junho e que caiu para três milhões no terceiro trimestre.

“No mundo real, grupos terroristas mostraram grande resistência aos esforços antiterroristas, por isso não deve surpreender ninguém que a mesma dinâmica seja transferida para plataformas sociais como o Facebook”, argumentaram estes responsáveis da empresa sediada em Menlo Park, no estado norte-americano da Califórnia.

O Facebook está a usar sistemas automáticos de aprendizagem para detectar e eliminar o mais rapidamente possível mensagens que mostrem apoio ao EI ou Al-Qaeda, sendo que essas técnicas, sublinha a empresa, já tiveram um impacto substancial: no segundo trimestre o tempo médio necessário para eliminar novos conteúdos era de 14 horas, apenas três meses depois foi reduzido para menos de dois minutos.

Do total de 14 milhões de conteúdos pró-terroristas que a rede social eliminou este ano, aproximadamente metade são mensagens publicadas antes de 2018, mas ainda presentes na rede social.

Read more...

Comentários

A Informação mais vista

O Valor Económico

É o órgão de eleição para a divulgação da sua marca entre os públicos mais exigentes, designadamente decisores políticos e empresários, profissionais médios e estudantes universitários. Pauta-se pelo rigor da informação e da análise dos temas relevantes que afectam directa ou indirectamente a economia angolana e internacional e afirma-se como espaço de promoção de ideias, através da opinião e do debate.

NewsLetter

Contactos

Para anunciar no Valor Económico, entre em contacto connosco.

Rua Fernão Mendes Pinto, Nº 35, Bairro Alvalade,
Distrito da Maianga – Luanda.

Comercial Telemóveis:

(Geovana Fernandes):

+244 941 784 792

(Arieth Lopes)

+244 941 784 791

Telefones:
+244 222 320510 / 222 320514

comercial@gem.co.ao