Print this page

O presidente da Itália, Sergio Mattarella, vai efectuar uma visita oficial de três dias a Angola, a convite do homólogo, João Lourenço, indica uma fonte da Casa Civil da Presidência da República.

sergio

 

Sem avançar mais informações, a fonte esclarece que os pormenores da visita serão anunciados em breve.

A Itália tem desde 1980 uma forte relação empresarial com Angola, sobretudo no domínio do petróleo, com a petrolífera ENI, em parceria com a Sonangol, a explorar vários blocos em águas profundas no ‘offshore’ angolano.

Primeiro país da Europa ocidental a reconhecer Angola como país independente, em Fevereiro de 1976, ano em que os dois Estados estabeleceram relações diplomáticas, Itália tem também interesses nos domínios da agricultura, defesa, turismo e finanças.

A última visita de um alto representante do Estado transalpino a Angola aconteceu em Novembro de 2017, com a deslocação do então primeiro-ministro italiano, Paolo Gentiloni, substituído em 2018 por Giuseppe Conte. A primeira visita de um chefe de Estado angolano a Itália ocorreu em julho de 1997, com José Eduardo dos Santos.