wrapper

logo min

pten

O Governo chinês vai conceder um apoio de 13 milhões de euros a fundo perdido para o desenvolvimento de projectos agrícolas em Angola, segundo um decreto presidencial consultado hoje, 17, pela Lusa.

China finanças

De acordo com o documento, de 14 de Janeiro e que torna efectivo o acordo de cooperação, de final de 2018, entre os dois países, este valor é parte de um montante global destinado à implementação de vários projectos, entre os quais o projecto de Assistência Técnica do Centro de Demonstração da Tecnologia Agrícola.

O acordo de cooperação, que atende às "excelentes relações de cooperação" entre Angola e China, foi assinado em Pequim, a 9 de Outubro, durante a visita do chefe de Estado ao país asiático, refere o diploma.

O documento indica ainda que o Banco de Desenvolvimento da China e o Banco Nacional de Angola "devem abrir um livro em nome das respectivas partes" em renminbi - a moeda oficial chinesa - sem juros, para registar "todos os pagamentos referentes às despesas resultantes da doação".

Ao longo da última década, a China alcançou uma posição proeminente na economia do país, com as relações sino-angolanas a caracterizarem-se, por um lado, pela crescente procura chinesa por petróleo e, por outro, pela necessidade de reconstrução do país.

A cooperação oficial da China com Angola, e com África em geral, é dominada por empréstimos financeiros disponibilizados pelos seus principais bancos para a construção ou reabilitação de infra-estruturas.

O Governo chinês estendeu oficialmente linhas de crédito a Angola através de vários dos seus bancos estatais de investimento.

A primeira linha de crédito oficial chinesa para Angola data de 2002.

Actualmente, a dívida de Angola à China ronda os 23.000 milhões de dólares, tendo o governo chinês aprovado no final de 2018 uma nova linha de financiamento de 2.000 milhões de dólares.

 

Comentários

A Informação mais vista

O Valor Económico

É o órgão de eleição para a divulgação da sua marca entre os públicos mais exigentes, designadamente decisores políticos e empresários, profissionais médios e estudantes universitários. Pauta-se pelo rigor da informação e da análise dos temas relevantes que afectam directa ou indirectamente a economia angolana e internacional e afirma-se como espaço de promoção de ideias, através da opinião e do debate.

NewsLetter

Contactos

Para anunciar no Valor Económico, entre em contacto connosco.

Rua Fernão Mendes Pinto, Nº 35, Bairro Alvalade,
Distrito da Maianga – Luanda.

Comercial Telemóveis:

(Geovana Fernandes):

+244 941 784 792

(Arieth Lopes)

+244 941 784 791

Telefones:
+244 222 320510 / 222 320514

comercial@gem.co.ao