wrapper

logo min

pten

Os moradores do Huambo vão começar a pagar brevemente a taxa de lixo, mas, ao contrário de Luanda, em que a factura é anexada à energia eléctrica, a taxa mensal de lixo será indexada ao pagamento da água. A medida anunciada pelo governo provincial visa “tornar mais operacional e eficiente o sistema de gestão do saneamento básico”, justifica-se numa nota.

35329825 2010419102302520 8679581309770661888 n

A comparticipação dos munícipes deverá fixar-se em 2.500 kwanzas por habitação para o casco urbano e 1.500 para os bairros periféricos. Dados da empresa Empresa de Águas do planalto central indicam que, actualmente, 26 mil casas beneficiam de água potável.

O modelo de pagamento do lixo começou em Fevereiro de 2017, em Luanda, e vai ser extensivo às principais cidades e centralidades. Em Luanda, a Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (ENDE) possui 500 mil clientes cadastrados no sistema ‘Taxa de Serviço de Limpeza’. Só na centralidade do Kilamba, a ENDE arrecada, em média, mais de dois milhões de kwanzas por dia com a cobrança da taxa do lixo, segundo fontes da empresa.

 

Comentários

A Informação mais vista

O Valor Económico

É o órgão de eleição para a divulgação da sua marca entre os públicos mais exigentes, designadamente decisores políticos e empresários, profissionais médios e estudantes universitários. Pauta-se pelo rigor da informação e da análise dos temas relevantes que afectam directa ou indirectamente a economia angolana e internacional e afirma-se como espaço de promoção de ideias, através da opinião e do debate.

NewsLetter

Contactos

Para anunciar no Valor Económico, entre em contacto connosco.

Rua Fernão Mendes Pinto, Nº 35, Bairro Alvalade,
Distrito da Maianga – Luanda.

Comercial Telemóveis:

(Geovana Fernandes):

+244 941 784 792

(Arieth Lopes)

+244 941 784 791

Telefones:
+244 222 320510 / 222 320514

comercial@gem.co.ao