wrapper

logo min

pten

PROFIR. Programa de fomento à indústria rural não cumpriu as metas preconizadas. Foram criados apenas três parques industriais e 15 novas indústrias, menos 102 do que estava previsto. Ministra justifica-se com falta de dinheiro.

30120545 1941722365838861 49991490 n

O Ministério da Indústria falhou a meta de operacionalização do Programa de Fomento da Pequena Indústria Rural (PROFIR) que previa criar parques industriais nos municípios, instalar 117 novas unidades industriais e requalificar 139 outras.

Com um investimento previsto de 61,8 milhões de dólares até 2015, o PROFIR estava enquadrado no Plano de Desenvolvimento 2013-2017 e foi desenhado para promover o empreendedorismo e o desenvolvimento do sector privado. A integração de unidades fabris do mercado informal em todo o país constava também dos objectivos.

No entanto, das 117 unidades previstas até 2017, foram inauguradas apenas 15, distribuídas em três parques industriais. Todos em Benguela (Canjala), Malanje (Cacuso) e Zaire (Tomboco).

A ministra da Indústria, Bernarda Martins, explica o falhanço com com o facto de se tratar de “uma iniciativa do último executivo e acrescido a isso houve dificuldades financeiras e não houve recursos para fazer mais”.

Cada um dos parques custou ao Estado cerca de dois milhões de dólares. O PROFIR também previa a contratualização e financiamento dos projectos. Bernarda Martins lembra que “não há ainda qualquer acordo com bancos, visto que os parques existentes são novos”, mas garante que o Ministério pretende encontrar mecanismos para “ajudar as populações com financiamentos para não só produzirem os bens que vão ser transformados, como para a requisição das unidades para poderem ser geridas pelas pessoas locais”.

Para este ano, o Ministério pretende construir mais cinco unidades em cinco municípios, avaliadas em 2,5 mil milhões de kwanzas. Na semana passada, no âmbito da operacionalização do programa, os ministérios da Indústria e da Agricultura e Florestas rubricaram um memorando de entendimento para mobilizar e potencializar os camponeses para o desenvolvimento de produções agrícolas destinadas à transformação das unidades industriais inseridas no PROFIR.

Last modified on segunda, 16 abril 2018
 

Comentários

A Informação mais vista

O Valor Económico

É o órgão de eleição para a divulgação da sua marca entre os públicos mais exigentes, designadamente decisores políticos e empresários, profissionais médios e estudantes universitários. Pauta-se pelo rigor da informação e da análise dos temas relevantes que afectam directa ou indirectamente a economia angolana e internacional e afirma-se como espaço de promoção de ideias, através da opinião e do debate.

NewsLetter

Contactos

Para anunciar no Valor Económico, entre em contacto connosco.

Rua Fernão Mendes Pinto, Nº 35, Bairro Alvalade,
Distrito da Maianga – Luanda.

Comercial Telemóveis:

(Geovana Fernandes):

+244 941 784 792

(Arieth Lopes)

+244 941 784 791

Telefones:
+244 222 320510 / 222 320514

comercial@gem.co.ao