wrapper

logo min

pten

AEROPORTOS. Seis anos depois, Catumbela ainda não tem o certificado internacional. Documento pode chegar em Fevereiro, confia a ENANA. Construção do aeroporto custou 250 milhões de dólares em 2012.

29745528 1925690577442040 2026108111 n

A nomalias de ordem técnica e razões financeiras estiveram na base do atraso da certificação do aeroporto da Catumbela, em Benguela, justifica o presidente do Conselho de Administração da ENANA, Manuel Ceita, em declarações exclusivas ao VALOR. “Não tendo capacidade financeira, as obras que deveriam ser feitas não aconteceram como previsto”, revela, admitindo, no entanto, que até Fevereiro de 2019, “todas as situações pendentes ficam resolvidas”.

Além da certificação nacional pelo INAVIC, o aeroporto também deve cumprir com as regras do organismo internacional da aviação civil internacional. O responsável da ENANA garante que os aeroportos de Luanda e da Catumbela terão a certificação este ano. Em Agosto o da capital e o segundo em Fevereiro do próximo ano.

Inaugurado em Agosto de 2012, pelo ex-Presidente da República, José Eduardo dos Santos, o aeroporto da Catumbela tem duas mangas para embarque e desembarque e uma pista de 3.700 metros, com uma capacidade para 2,2 milhões de passageiros por ano e para atender mais de 900 pessoas por hora.

A partir de Fevereiro de 2019, deve passar a receber aviões de todo o tipo e, em caso de mau ambiente climático ou necessidade, por decisão da tripulação, os voos com destino à Catumbela poderão aterrar em Luanda e vice-versa, de acordo com Manuel Ceita.

A infra-estrutura faz parte de uma estratégia do Estado para o desenvolvimento aeroportuário do país, na região sul.

O aeroporto da Huíla por enquanto, mantém-se como regional, recebendo voos da SADC. Para se tornar internacional, carece de uma certificação.

 

Comentários

A Informação mais vista

O Valor Económico

É o órgão de eleição para a divulgação da sua marca entre os públicos mais exigentes, designadamente decisores políticos e empresários, profissionais médios e estudantes universitários. Pauta-se pelo rigor da informação e da análise dos temas relevantes que afectam directa ou indirectamente a economia angolana e internacional e afirma-se como espaço de promoção de ideias, através da opinião e do debate.

NewsLetter

Contactos

Para anunciar no Valor Económico, entre em contacto connosco.

Rua Fernão Mendes Pinto, Nº 35, Bairro Alvalade,
Distrito da Maianga – Luanda.

Comercial Telemóveis:

(Geovana Fernandes):

+244 941 784 792

(Arieth Lopes)

+244 941 784 791

Telefones:
+244 222 320510 / 222 320514

comercial@gem.co.ao