Print this page

A falta deste mecanismo de financiamento, segundo o Chefe de Estado, tem sido um dos maiores constrangimentos da prática da investigação científica em Angola.

JLO

O Presidente da República, João Lourenço, anunciou hoje, em Saurimo, Lunda-Sul que o Executivo vai dotar o Sistema Nacional de Ciência e Tecnologia e Inovação de um mecanismo de financiamento, a ser instituído em breve, para que as instituições e actores singulares possam se candidatar à execução de projectos, acções e actividades de suporte ao Plano de Desenvolvimento Nacional 2018-2022.

A falta deste mecanismo de financiamento, segundo o Chefe de Estado, tem sido um dos maiores constrangimentos da prática da investigação científica em Angola, onde se verifica uma falta gritante de quadros altamente qualificados e com experiência comprovada.

Para o Presidente da República o que se investe em investigação científica no país está longe do valor mínimo de um porcento do PIB (Produto Interno Bruto), tal como foi recomendado pela UNESCO e adoptado pela SADC.

O Titular do Poder Executivo deslocou-se na manhã desta segunda-feira à cidade de Saurimo, para uma visita de algumas horas, onde orientou a cerimónia de abertura do ano académico 2018. Antes do acto de abertura do ano lectivo no ensino superior, que decorreu no Cine Chicapa, João Lourenço manteve um encontro com o governador provincial, Ernesto Kiteculo.