Print this page

O gabinete provincial da indústria, geologia e minas da Huíla prevê absorver este ano, em investimentos, cerca de 938 milhões de kwanzas para a indústria transformadora, informou hoje, à Angop, a directora, Paula Baptista Joaquim.

0b9d2e6c7 b0b3 48db 87a3 7039a0313823

"Há interesse por parte dos investidores nacionais e estrangeiros em investir na indústria transformadora e de montagem de meios agrícolas", assegurou a responsável, realçando que em 2017 o sector industrial absorveu investimentos fixados em 957,8 milhões de kwanzas.

Sem avançar números, referiu que em 2017 o sector industrial emitiu várias certidões para isenção do imposto de consumo sobre as matérias-primas e peças de reposição importadas.

Um dos principais constrangimentos do sector esteve ligado a importação de matéria-prima e alguns equipamentos por parte de unidades industriais, causando mesmo o encerramento de algumas, por falta de água potável e energia eléctrica da rede pública.

Em 2017 foram licenciados 49 industriais contra 53 do ano anterior, com realce para moageiras, panificadoras, indústria de plástico, água de mesa, cigarros, marcenaria, enchidos, serralharia, caixilharia, metalomecânica e de materiais de construção.