wrapper

logo min

pten

A primeira-dama, Ana Dias Lourenço, vai ter um gabinete responsável por apoiar projectos, programas e campanhas para melhorar a condição de vida e o bem-estar da população, conforme decreto da Casa Civil do Presidente da República.

ANA DIA LOURENÇO FOTO D 3

Segundo o decreto, de 29 de Janeiro e ao qual a Lusa teve acesso, o objectivo deste gabinete será contribuir, através da figura da primeira-dama, para um país "do qual os angolanos se possam orgulhar, resgatando os valores morais e sociais essenciais e desenvolvendo ações de ampla abrangência que produzam um impacto positivo na vida dos angolanos".

O gabinete de Ana Lourenço terá uma equipa de nove pessoas, nomeadamente secretários e consultores, e um orçamento garantido por dotação dos Órgãos Auxiliares do Presidente da República (OAPR), determina o mesmo decreto.

"O papel da primeira-dama da República deve ser desempenhado com base num conjunto de princípios éticos, morais e sociais que são imanentes do simbolismo que acarreta aquela entidade, dentre os quais sobrelevam a cortesia, a responsabilidade, a solidariedade, o respeito, a ética, o rigor e a inovação", justifica ainda o documento.

Entre outras competências, o gabinete da primeira-dama deverá actuar como "mobilizador no desenvolvimento de programas multissetoriais, nas áreas da economia local, desenvolvimento rural, assistência social, saúde, educação, cultura, arte e ambiente", bem como promover "campanhas e programas para prevenir e atender às necessidades de emergência ou calamidades, prestando solidariedade e outros suportes". Também terá de identificar organizações interessadas em apoiar projectos para serem patrocinados pela primeira-dama, bem como apoiar entidades "que prestem especial atenção às crianças, jovens, mulheres e idosos".

Eleita deputada na lista do MPLA nas eleições gerais de 23 de Agosto, Ana Dias Lourenço, de 60 anos, acabou por suspender o mandato em Outubro, acompanhando regularmente o marido, João Lourenço, Presidente da República, em visitas no país e ao estrangeiro.

Formada em economia, além de ministra do Planeamento durante o Governo do ex-Presidente José Eduardo dos Santos, Ana Lourenço foi quadro do Banco Mundial e do Banco Africano de Desenvolvimento.

 

Comentários

A Informação mais vista

O Valor Económico

É o órgão de eleição para a divulgação da sua marca entre os públicos mais exigentes, designadamente decisores políticos e empresários, profissionais médios e estudantes universitários. Pauta-se pelo rigor da informação e da análise dos temas relevantes que afectam directa ou indirectamente a economia angolana e internacional e afirma-se como espaço de promoção de ideias, através da opinião e do debate.

NewsLetter

Contactos

Para anunciar no Valor Económico, entre em contacto connosco.

Rua Fernão Mendes Pinto, Nº 35, Bairro Alvalade,
Distrito da Maianga – Luanda.

Comercial Telemóveis:

(Geovana Fernandes):

+244 941 784 792

(Arieth Lopes)

+244 941 784 791

Telefones:
+244 222 320510 / 222 320514

comercial@gem.co.ao