wrapper

logo min

pten

CALENDÁRIO CENSITÁRIO. Inquérito-piloto sobre despesa, receita e emprego arranca no próximo mês e está orçado em cerca de 26 milhões de dólares.

23972675 1790045807673185 404200092 n

O Instituto Nacional de Estática (INE) inicia, em Dezembro, o Inquérito sobre Receitas, Despesas e Emprego em Angola (IDREA), no município mais populoso de Luanda, Viana. Trata-se do inquérito-piloto, que, a partir de Fevereiro, deverá abranger as 18 províncias, com um orçamento de cerca de 26 milhões de dólares.

O director do INE, Camilo Ceita, garantiu, ao VALOR, estar assegurado o financiamento para o processo, sendo 16 milhões de dólares pelo Banco Mundial e 10 milhões pelo Governo angolano. O INE prevê, entretanto, gastar, durante o ano de 2018, cerca de 45 milhões de dólares, num calendário que, para além do IDREA, inscreve a realização do Recenseamento Agro-pecuário e Pescas e o Recenseamento Empresarial e de Estabelecimentos.

Este valor também está assegurado, sendo cerca de 75% por via do Banco Mundial. “A percentagem do Governo é de cerca de 25%, pese embora os fundos do Banco Mundial sejam provenientes de empréstimos requeridos pelo Governo, o que significa, na realidade, que tudo é dinheiro de Angola em investimento estatístico”, esclareceu Ceita. No orçamento anual, estão ainda incluídas as actividades de recolha mensal do Índice de Preços do Consumidor, bem como o Índice de Preços no Grossista.

No que ao IDREA diz respeito, Camilo Ceita explicou que, neste momento, estão a ser formados 36 técnicos, em representação de Luanda, Kuando-Kubango, Kwanza-Sul, Bié, Namibe e Zaire.

O inquérito arranca em Fevereiro e deverá abranger as 18 províncias, com o objectivo de actualizar os indicadores sobre receita, despesa e emprego, no país, depois da realização do Censo Geral da População e da Habitação, em 2014, que actualizou os dados nos 28 milhões de habitantes.

O IDREA, segundo o director do INE, vai durar 12 meses consecutivos, tempo justificado com a necessidade de se recolher a sazonalidade das despesas e receitas dos agregados familiares. A amostra total do inquérito será de 12 mil e 500 famílias.

 

Comentários

A Informação mais vista

O Valor Económico

É o órgão de eleição para a divulgação da sua marca entre os públicos mais exigentes, designadamente decisores políticos e empresários, profissionais médios e estudantes universitários. Pauta-se pelo rigor da informação e da análise dos temas relevantes que afectam directa ou indirectamente a economia angolana e internacional e afirma-se como espaço de promoção de ideias, através da opinião e do debate.

NewsLetter

Contactos

Para anunciar no Valor Económico, entre em contacto connosco.

Rua Fernão Mendes Pinto, Nº 35, Bairro Alvalade,
Distrito da Maianga – Luanda.

Comercial Telemóveis:

(Geovana Fernandes):

+244 941 784 792

(Arieth Lopes)

+244 941 784 791

Telefones:
+244 222 320510 / 222 320514

comercial@gem.co.ao