wrapper

logo min

pten

CRUDE. Produção petrolífera em Angola voltou a descer em Março, o equivalente a 18,7 mil barris diários, mas o país continua a ser líder entre os produtores africanos, segundo dados da Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP).

 

De acordo com o último relatório mensal da OPEP, com dados baseados em fontes secundárias da Organização e compilados pela Lusa, Angola atingiu em Março uma produção diária média de 1,614 milhões de barris de crude, face aos 1,633 milhões de barris do mês anterior.

A Nigéria, principal concorrente juntamente com Angola ao topo da liderança da produção petrolífera no continente, viu a produção descer em 29,8 mil barris diários, depois de aumentos nos dois meses anteriores, reduzindo agora para 1,545 milhões de barris por dia, continuando por isso atrás do registo angolano.

A produção na Nigéria tem sido condicionada por ataques terroristas, grupos armados e instabilidade política interna, sobretudo no primeiro semestre de 2016, com Angola a chegar desde então ao topo dos produtores africanos, por entre algumas oscilações.

Entretanto, o acordo alcançado entre os países produtores de petróleo, para reduzir a produção e fazer aumentar os preços, obrigou Angola a cortar 78 mil barris de crude por dia com efeitos desde 01 de Janeiro, para um limite de 1,673 milhões de barris diários.

O mesmo relatório da OPEP refere que em termos de “comunicações diretas” à organização, Angola terá produzido 1,652 milhões de barris de petróleo por dia (um aumento de 3.000 barris diários de Fevereiro para Março), enquanto a Nigéria não terá passado os 1,269 milhões de barris diários (menos 156 mil barris por dia).

O documento acrescenta igualmente dados sobre as compras de petróleo pela China no mês de Fevereiro, com o país (embora reduzindo de 15 para 10% do total no espaço de um mês) a ser dos principais fornecedores, juntamente com a Arábia Saudita (15%) e Rússia (14%).

 

Comentários

A Informação mais vista

O Valor Económico

É o órgão de eleição para a divulgação da sua marca entre os públicos mais exigentes, designadamente decisores políticos e empresários, profissionais médios e estudantes universitários. Pauta-se pelo rigor da informação e da análise dos temas relevantes que afectam directa ou indirectamente a economia angolana e internacional e afirma-se como espaço de promoção de ideias, através da opinião e do debate.

NewsLetter

Contactos

Para anunciar no Valor Económico, entre em contacto connosco.

Rua Fernão Mendes Pinto, Nº 35, Bairro Alvalade,
Distrito da Maianga – Luanda.

Comercial Telemóveis:

(Geovana Fernandes):

+244 941 784 792

(Arieth Lopes)

+244 941 784 791

Telefones:
+244 222 320510 / 222 320514

comercial@gem.co.ao